Nossa História

História da Paróquia São Judas Tadeu

      

Professora Maria Andrade Pires,

ou carinhosamente, chamada Dona Mariquinha, sem dúvida deve ser o primeiro nome mencionado ao  contar a história desta paróquia, pois ela foi o alicerce desta Comunidade.

Quem com ela conviveu,  nos traz a imagem de uma apóstola, de uma batalhadora incansável, que andava sempre com um terço nas mãos, de casa em casa,  sendo exemplar devota de Maria e deixando como grande ensinamento:  a dedicação, a  doação, o amor e a  fé. 
Consta que, antes da construção da capela, os fiéis católicos do bairro participavam das celebrações na igreja Sto. Antônio de Gopoúva e do Colégio dos Padres, isto entre 1948 até 1956.

A doação do terreno, onde hoje vemos com muito orgulho, erguida a nossa aconchegante capela, ocorreu em 30 de agosto de 1953. Também em 1953, com a liderança de Dona Mariquinha, foi formada a comissão Pró-Construção da Capela, e contamos com os seguintes colaboradores: Maria Andrade Pires, Pedro dos Santos, José Severino de Almeida, Agenor Moreira Pinto, José Fernando Berzaghi, Arlindo Machado, Justino Patean e Juvenal Belo.

Comissão Pró-Construção da Capela.

Primeira Missa:

Em 1956 aconteceu a primeira Missa campal e a primeira quermesse no terreno doado.

Primeira Missa campal no terreno doado.

A construção da capela teve início em 1959, erguida graças ao amor e esforço braçal do senhor Justino e da comissão que angariava fundos. Toda a água consumida na construção era vertida num poço no terreno em frente e gentilmente cedida pelos proprietários, o senhor José Francisco Toito sua esposa Dona Jeremina da Purificação Toito, que ativamente continuaram colaborando como tantos outros na construção desta comunidade.

A capela terminada era para esta pequena vila, o símbolo do esforço e da fé. Em um dia muito especial, esta capela passou a ser também o símbolo da vitória, quando pela primeira vez, como doce melodia, soou pelos ares o tinido sonoro do sino que reunia os devotos de São Judas Tadeu. O sonho para muitos estava realizado, mas para outros eram simplesmente os primeiros passos. Este sino, que a torre guarda até hoje, foi conseguido graças a iniciativa do senhor José Francisco Toito, que organizou uma lista de arrecadação entre seus amigos, principalmente os da Vila Guilherme em São Paulo

 

Instalação da Paróquia:

Após uma caminhada longa, de 1959 até 1965 as Missas e celebrações eram feitas na capela, que fora construída pela comissão, neste tempo crescia o número de fiéis que buscavam a intercessão do Santo das causas urgentes, ainda mais em outubro, onde já se celebrava a festa do padroeiro São Judas Tadeu, com isso, a capela foi ficando pequena para o tamanho da devoção entre os fiéis. Assim, em 1966 consegue-se a compra do terreno á frente da capela, onde, em 3 anos, foi erguida a Igreja maior, no local onde se encontra o nosso Santuário hoje, isto tudo com o mesmo esforço das mesmas pessoas que ajudaram a erguer a capela e alguns Padres também.

Aos 17 de outubro de 1970, às 16 horas, na presença de Dom Paulo Rolim Loureiro, bispo da Diocese de Mogi das Cruzes, aconteceu a solene instalação da Paróquia São Judas Tadeu, no bairro Torres Tibagy, onde, na época, era a única Igreja em Guarulhos de devoção à São Judas Tadeu.