Pais e a Catequese

0

Que a paz do senhor esteja em teu coração neste momento!

Nossa comunidade vive um momento de muita alegria, pois tivemos este ano a inscrição de mais de 200 crianças para a catequese de iniciação. Ao mesmo tempo, esta alegria nos convoca a um compromisso de realizarmos uma boa catequese que seja agradável aos olhos de Deus e também faça com que estas crianças conheçam ainda mais a Jesus e possam se tornar discípulas e missionárias do nosso Deus.

Cabe lembrar que a catequese realizada pela nossa comunidade ela é um apoio aos pais, pois a missão de educar os filhos na fé cristã é exclusivamente dos pais. Este compromisso é assumido no momento do casamento. Educar que significa, levar a criança a ter conhecimento e adesão a esta fé em Jesus Cristo, dentro dos princípios da igreja católica.

Presenciamos atualmente um esquema de vida familiar onde os pais por diversos motivos acabam tendo pouco contato com seus filhos. Pais trabalham fora, inclusive a mãe, deixando os filhos aos cuidados dos avós, em período integral na escola ou a cuidado de outras pessoas.

O contato sendo pequeno entre pais e filhos se torna um diferencial negativo, onde os pais exercem pouca influência sobre os filhos, tendo assim poucas oportunidades de ensinar os valores cristãos, as orações e até mesmo fazer as refeições juntas. Infelizmente a família perdeu o hábito de rezar!

Espera-se que na família a criança, desde muito pequena aprenda a rezar, a participar das missas e conheça os valores do evangelho, como: honestidade, simplicidade, respeito e amor ao próximo, solidariedade, fraternidade e a vivencia em comunidade.

O respeito ao próximo e a expressão do amor, são valores que os pais não podem deixar de ensinar e viver com seus filhos. Temos conhecimento de crianças que estando na catequese não conseguem respeitar e viver uma relação de amor com os colegas e com a catequista, manifestando desrespeito (gritando e falando palavras de baixo calão, etc.), o que considera-se algo inadmissível, seja na catequese, em casa ou em qualquer outro lugar.

Vale lembrar que o quarto mandamento “honrar pai e mãe! É algo que os próprios pais devem ensinar ao filhos e ente “honrar” que é sinônimo de “respeitar” também se estende aos mais velhos e aos catequistas

Os filhos são espelhos dos seus pais e suas ações são reflexo do que aprendem e vivem em casa!

Para nós católicos a MISSA é o ponto central de nossa prática religiosa, tanto que o mandamento da nossa igreja diz: “participar das missas aos domingos e dias santos de guarda”. A igreja nos abre ainda a possibilidade de participarmos da missa aos sábados. Em nossa comunidade temos então 4 missas, a saber: sábado as 17h e domingo às 8h, 10h e 18h. Logo… deixar de participar da missa tendo quatro oportunidades é algo inaceitável.

Vale lembrar que este mandamento é para todos os cristãos e nós esperamos que os PAIS sejam os primeiros a dar o bom exemplo de participação nas missas, sendo assim, nós queremos ver a família na missa. Pais e filhos!

Convido você pai e mãe a fazer esta experiência de fidelidade a Deus e a sua igreja, participando da missa em família, acredito e tenho certeza, toda sua família será ricamente abençoada, Deus se alegrará muito e sua família permanecerá:unida, feliz e alegre.

Pe. Elisio Mello

Contato: psicologoelisiomello@gmail.com

Novas Turmas iniciadas em Agosto/2017:

Turma Catequista Eliane
Turma Catequista Erenildes
Turma Catequista Juliana
Turma Catequista Odete
Turma Catequista Tatiana
Turma Catequista Patrícia

Categories: Em Pauta

Leave A Reply