Pastoral do Batismo

0

A pastoral do batismo tem por objetivo ajudar, acolher, dialogar, escutar, prestar serviços e preparar todos os pais e padrinhos, bem-como o batizado, á perceberem a importância do Sacramento que querem dar, ou, no caso do batizado, querer receber este sacramento importante na Igreja. Para isto é necessário que os membros da equipe conheçam a doutrina deste sacramento, tenham familiaridade com as Sagradas Escrituras e estejam informados sobre os trabalhos pastorais da comunidade.
O padre é responsável na formação permanente da equipe do batismo.

Requisitos:

  • Ter fé no Sacramento do Batismo;
  • Querer viver esta fé em Jesus Cristo, na comunidade e com os outros;
  • Que seja fundada a esperança de que a criança será educada na fé católica pelos pais, padrinhos e comunidade;
  • Crianças Maiores de 7 anos deverão fazer primeiro a Catequese.
  • Pais e padrinhos deverão participar da preparação na sua Paróquia. Em nossa Paróquia, a preparação consiste de 1 encontro.
  • Os Padrinhos devem apresentar certidão de Batismo, Comunhão e Crisma obrigatoriamente.

Quem pode ser Padrinho/Madrinha?

– Quem tem consciência da missão que está abraçando;
– Quem quer ser luz e fermento em toda a vida da criança;
– Os Solteiros maiores de 16 anos, católicos;
– Os Casados na Igreja Católica (basta trazer a certidão de casamento no religioso);
– Queremos lembrar que ser padrinho ou madrinha não é um prêmio, mas sim um compromisso para toda vida.

Quem pode receber o batismo?

Pode ser batizada toda pessoa ainda não batizada e somente ela (cf. cân. 864).

Batismo de crianças

A Igreja sempre batizou crianças e adultos. A prática de batizar crianças é atestada explicitamente desde o segundo século. Mas é bem possível que desde o início da pregação apostólica, quando “casas” inteiras receberam o batismo, também as crianças fossem batizadas.

Toda criança tem direito ao sacramento do batismo, independentemente da situação civil dos pais (solteiros, amasiados, separados ou divorciados), mediante o compromisso dos pais e padrinhos de assumirem a formação cristã da criança.
Os padrinhos
 Cabe aos padrinhos, tanto quanto possível, acompanhar o batizando adulto na iniciação cristã e, junto com os pais, apresentar ao batismo o batizando criança.
Habitualmente, a escolha recai sobre um padrinho e uma madrinha; podendo-se também admitir apenas um padrinho ou uma madrinha A escolha do padrinho ou madrinha deve ser feita pelos pais ou responsáveis pela criança. Se for adulto, cabe ao batizando a escolha.
Em situações extraordinárias de falta de padrinho, o ministro do batismo pode também proceder à escolha. O padrinho/madrinha não pode ser o pai nem a mãe do batizando. Deve ser católico, fiel aos preceitos da Igreja e ter 16 anos completos ou maturidade suficiente, de acordo com o parecer do ministro ordinário.
Preparação dos pais e padrinhos
 Os pais, ao pedirem o batismo para a criança, estão pedindo para ela também a fé, como aparece no rito de acolhida do batismo.
Em vista da responsabilidade que assumem, devem ser adequadamente preparados pela comunidade.
A preparação para o batismo deve ser feita de preferência na paróquia da qual participam os pais e os padrinhos, territorial ou de afinidade.

Objetivos da preparação
 A preparação dos pais e padrinhos, momento privilegiado do anúncio de Jesus Cristo e de seu Evangelho, tem como objetivos: anunciar e testemunhar a alegria de seguir Jesus Cristo; transmitir o gosto de pertencer à Igreja Católica; dialogar com eles sobre a missão da Igreja; despertar, acender, reanimar ou intensificar a fé; ajudar os que desconhecem a comunidade a conhecê-la; procurar integrar as famílias na vida da comunidade; acolher e motivar as pessoas para a importância da fé na vida da família; acolher as esperanças e angústias dos pais e padrinhos; rezar com a família e padrinhos para agradecer o dom da vida da criança.

Batismo de adultos
 Os adultos serão admitidos ao batismo após catecumenato e vivência na comunidade paroquial. Devem manifestar sua vontade de receber o batismo, estar conscientes das obrigações cristãs que assumem, e ser admoestados para que se arrependam de seus pecados (cf. cân. 865, §1). É importante seguir as orientações do Ritual de Iniciação Cristã de Adultos – RICA.

Nossa igreja sempre precisa de voluntários, e nossa pastoral adoraria receber novas pessoas, estamos sempre de braços abertos para você que se identifica com a nossa pastoral; será muito bem-vindo.

Nossa equipe já conta com as coordenadoras Fátima e Vanessa, e os agentes: Cida, Inês, Luciano, Tereza Cristina (Tutu), André, Karolzinha, Patrícia e Victória. Aguardamos alegres o contato daqueles que se interessarem.

Categories: Pastorais

Leave A Reply