Vocação, dom de Deus!

0

Estimados amigos devotos e paroquianos do Santuário São Judas Tadeu:

Por diversos modos e diferentes maneiras seguimos cumprindo nossa missão de discípulos e missionários a serviço do Reino de Deus vivendo nossa vocação como consagrados e consagradas, como pais e mães de família, como leigos e leigas engajados e como presbíteros do Sumo e Eterno sacerdote.
Rendemos nossa ação de graças a Deus que continua apostando em nossa humanidade chamando-nos a viver a sua vida.
É neste mês de agosto que também elevamos a Deus nossas preces pedindo ao Senhor da messe e Pastor do rebanho que continue a enviar operários para a sua messe de modo especial rezando pela Igreja de Guarulhos. Em agosto a Igreja celebra as vocações: sacerdotal, diaconal, familiar, religiosa, leiga e catequista. É um mês voltado para a reflexão e a oração pelas vocações e os ministérios, de forma a pedir a Deus para que todos os batizados “sejam fiéis como apóstolos leigos, como sacerdotes, como religiosos e religiosas, para o bem do povo de Deus e de toda a humanidade” (João Paulo II).Instituído na 19ª Assembleia Geral da CNBB, em 1981, o Mês Vocacional tem como objetivo conscientizar as comunidades da responsabilidade que elas compartilham no processo vocacional. Por isso, a cada domingo de agosto celebramos, respectivamente, os dias do padre, da família, dos religiosos, dos leigos e dos catequistas.

Vocação é um termo derivado do verbo vocare, que em latim significa chamar. Por isso a imensa importância dada ao tema. Porque vocação é o início de tudo. Em um sentido mais preciso, é um chamado a partir da pessoa de Jesus, que nos convida a segui-Lo. Vocação, portanto, quer dizer que anterior a nós há um chamado, uma escolha pessoal que vem de Deus, a quem seguimos com total empenho, como afirma São Paulo na Carta aos Romanos: “Eu, Paulo, servo de Jesus Cristo, apóstolo por vocação, escolhido para o Evangelho de Deus.” (Rom 1, 1)

Todos somos chamados sem exceção a grande diferença está na resposta destes que foram chamados; neste tempo oportuno é necessária uma profunda reflexão da nossa missão no mundo na nossa família e na vida. Se cada um de nós viver de forma intensa

e profunda com muita responsabilidade sua vocação a igreja, o mundo e a sociedade tudo seria diferente.Assim  agosto é pura celebração.

Primeiro Domingo: VOCAÇÕES SACERDOTAIS

“Não fostes vós que me escolhestes, pelo contrário, fui eu que vos escolhi e vos designeis para ir e produzir muitos frutos” (Jo 15,16).

É Jesus quem escolhe o padre e o envia em missão.

Em Seu nome o sacerdote se coloca a serviço da comunidade cristã, na missão de acolher, perdoar, unir, e motivar a vivência da fé.

Assim rezamos pelo Pe. Welson nosso pároco e Reitor bem como rezar pelo nosso vigário Pe. Elísio para que sejam fortes e fiéis a esta vocação pelo qual Deus chamou.

 

 

 

Segundo Domingo: VOCAÇÃO FAMILIAR

 Rezamos pelas famílias do nosso Santuário pelas suas intenções e necessidades.

No mês vocacional, a Igreja também propõe a reflexão acerca da importância da família no cotidiano das pessoas. No ano de 2017, o tema é discutido especialmente entre os dias 13 e 19/08, durante a Semana Nacional da Família.

A família é o lugar do início da vida física, mas, igualmente, onde deve brotar a vida espiritual, o conceito de liberdade, de responsabilidade, de respeito, de educação e, sobretudo, o lugar para experienciar o amor familiar e o amor a Deus e de Deus.

 

 

Terceiro Domingo: VOCAÇÕES RELIGIOSAS 

Rezamos pelas irmãs Claretianas e pelas Leigas consagradas do nosso Santuário.

Os consagrados são homens e mulheres que podem acordar o mundo. A vida consagrada é uma profecia.

Profecia no sentido de transformar todas as realidades estéreis e áridas sob o olhar fecundo e terno de Deus”.

A frase dita pelo Papa Francisco na promulgação do Ano da Vida Consagrada expressa, de forma clara, a missão dos religiosos e religiosas na Igreja.

 

Quarto Domingo: VOCAÇÕES LEIGAS 

Rezamos pelos agentes de Pastoral do nosso Santuário para que tenham perseverança no trabalho que desempenham.

Ser leigo atuante é ter consciência do chamado de Deus a participar ativamente da Igreja e do Reino, contribuindo para a caminhada e o crescimento das comunidades rumo a Pátria Celeste. Assumir esta vocação é doar-se pelo Evangelho e estar junto a Cristo em sua missão de salvação e redenção.

VOCAÇÃO DO CATEQUISTA 

Rezamos pelos nossos catequistas e são muitos graças a Deus! No mês de agosto, a Igreja celebra neste dia o ministério do catequista. Os catequistas são, por vocação e missão, os grandes promovedores da fé na comunidade cristã, preparando crianças, jovens e adultos não só para os sacramentos, mas também para darem testemunho de Cristo e do Evangelho no mundo. É importante que, diante da grande responsabilidade de vida na fé exercida pelo catequista, seja favorecida a constante formação humana e cristã, que propicie coerência entre anúncio e vivência da Palavra de Deus. No dia do catequista, a comunidade é convidada a renovar seu compromisso missionário diante da Igreja e de todo o povo.

Faço votos de que cada um de nós viva bem sua vocação e aqueles que ainda não responderam digam sim a Deus e ao chamado. Não nascemos para nós, nascemos para o outro; nosso dom não é nosso é sempre do próximo. O que falta em mim se completa no outro. Deus é sábio Ele é Santo, não nascemos para sermos sozinhos e nem viver na solidão somos criados para viver sempre “em relação”. Pense com carinho pois, servir a Deus é maravilhoso venha conosco fazer esta experiência de entrega de partilha e acima de tudo vivência de fé. Que Deus envie muitas e Santas vocações para nós, nossa diocese e para o mundo!

Deus abençoe a todos!

Pe. Welson Oliveira – Pároco e Reitor

Categories: Em Pauta

Leave A Reply